Todos os direitos reservados. Proibida a reprodução da logomarca e de outras imagens sem autorização prévia da editora.

Please reload

Recent Posts
Featured Posts

Kel Costa fala sobre o lançamento de Ruínas de Gelo, o tão esperado desfecho da série Fortaleza Negra

25/08/2017

 

Finalmente, chegou a hora! Depois de muito choro, grito e “Quando sai o livro?”, os leitores da Kel Costa terão o tão sonhado desfecho da série Fortaleza Negra. O livro foi um dos mais vendidos na pré-venda da Saraiva e em breve estará nas estantes desse Brasil. Para os ansiosos, conversamos com a Kel e ela nos contou algumas curiosidades sobre a série.

 

Estrelas da Ler: Kel, vamos começar com uma dúvida simples... Quantas ameaças de morte você recebeu nos últimos meses? Brincadeira! Sabemos que essa é uma saga muito aguardada pelos leitores e queremos saber como é para você se despedir de personagens tão queridos quanto a Sasha e os Mestres.

Kel Costa: Caramba, foi tenso, não vou mentir. O volume dois saiu em 2015, ou seja, os leitores estão esperando o desfecho há muito tempo mesmo! Até eu já estava nervosa. Mas, tudo tem dois lados, né? E uma das coisas mais incríveis que notei nesse tempo, foi justamente o carinho dos leitores enquanto esperavam pelo lançamento. Claro que sempre tem aquelas brincadeirinhas e ameaças de morte (risos), mas a maioria foi bastante compreensível. Meus leitores são demais!

A despedida não foi fácil. Eu já trabalhava nessa história muito antes da publicação do primeiro volume, então estava impregnada daquele universo. Rolou um pouco de choro, nostalgia, depressão... No entanto, eu sei que fiz o que estava ao meu alcance para dar um final digno a todos os personagens e espero que os leitores sintam tudo que senti!

 

Estrelas da Ler: Alguns leitores ainda não tiveram a oportunidade de ler “Tempestades de Sangue”, então, você pode dizer o que eles podem esperar dos dois livros?

Kel Costa: Vejo “Tempestades de Sangue” como o livro mais impactante dos três, porque realmente muita coisa importante aconteceu ali e a ação rolou solta. Temos muito sangue, muita morte, traição... Vai agradar bastante aos leitores que esperaram mais ação no primeiro volume. Já o “Ruínas”, ele vem pra colocar tudo no seu devido lugar e surpreender a todos com a grande reviravolta da história (que não posso contar nem sob ameaça). Juntando os dois volumes, garanto que os leitores vão rir muito, chorar muito, me xingar muito, mas, principalmente, amar muito!

 

Estrelas da Ler: Se você pudesse escolher uma palavra que defina a Sasha e o Mikhail, qual seria?

Kel Costa: Nossa, uma palavra? Incompatíveis. Para quem não conhece o casal, minha escolha pode chocar um pouco (risos). Mas acho que eles não poderiam ser mais diferentes um do outro e é isso que faz com que essa relação tenha um torcida tão grande. O mundo seria sem graça demais se amássemos pessoas tão parecidas com a conosco, certo?

 

Estrelas da Ler: Qual foi a cena mais marcante para você escrever em toda a trilogia?

Kel Costa: A cena que envolve o maior clímax de “Ruínas de Gelo”. Todo o livro converge para aquele acontecimento X e, enquanto eu escrevia, parecia sentir na pele a tensão de um determinado personagem. Foi maravilhoso!

 

Estrelas da Ler: Gostaria que você contasse duas curiosidades sobre o livro.

Kel Costa: Quando tive a ideia para “Fortaleza Negra”, não imaginei que fosse se transformar numa trilogia. Era uma história bem mais crua que caberia num livro único e só depois que eu retomei a escrita (uns 3 anos depois) é que o enredo ficou mais recheado e complexo.

Eu me surpreendi com o retorno que recebi em relação ao personagem Klaus. Apesar dos dois protagonistas da trilogia serem Sasha e Mikhail, o Mestre poderoso acabou se tornando muito mais querido e cavou sua própria história nos livros. Eu não pretendia me aprofundar tanto nesse personagem.

 

Estrelas da Ler: Agora vou fazer uma pergunta traiçoeira — qual é o seu Mestre favorito e por quê?

Kel Costa: Klaus (risos). O motivo tem a ver com o que disse na resposta acima. Klaus é aquele personagem que chega devagar e quando você menos espera, já tomou todo o espaço para si. Trabalhar a personalidade dele foi um presente que recebi e ele é um personagem tão rico para tantos plots! Se eu tivesse que escolher um personagem da trilogia para escrever um livro só dele, não teria dúvidas de que o escolhido seria o Klaus.

 

O lançamento do livro “Ruínas de Gelo” será no dia 27 de agosto, no Rio de Janeiro.

Você pode confirmar sua presença clicando aqui.

 

Os leitores de São Paulo também já podem comemorar. No dia 16 de setembro, Kel Costa estará na cidade para autografar os livros, tirar fotos e bater papo com os leitores.

Confirme sua presença no evento clicando aqui.

Please reload