• Carol Dias

S. Miller revela tudo sobre 'Profano', seu primeiro romance publicado pela Ler Editorial


Mais uma Estrela da Ler que terá seu primeiro livro publicado pela editora, na Bienal do Rio, é a S. Miller. Nós conheceremos um pouco mais de “Profano”, a história do padre Alessandro que, após dez anos à serviço da Igreja, passa por questionamentos sobre sua fé e permanência na vida religiosa. Ainda mais depois de, durante uma viagem pelo mar, cruzar com Eva, uma mulher extremamente sedutora, que lhe desperta desejos há muito ocultos. Confira a entrevista que a autora concedeu para nós.

Estrelas da Ler: S. Miller, queremos te dar as boas-vindas à nossa família! Gostaria que dissesse quais são as suas três coisas favoritas sobre ser escritora.

S. Miller: O prazer é todo meu em integrar a família da Ler Editorial! Estou muito orgulhosa, feliz e bastante animada para fazer jus ao carinho que a editora me dedicou desde o início.

Sobre as minhas coisas favoritas em ser escritora, certamente essa lista tem bem mais do que apenas três itens. Mas, fazendo um filtro, posso garantir que a primeira coisa está relacionada a amizade, tanto com os leitores, quanto com os demais autores. Nunca mais fiquei realmente "sozinha" desde que comecei a escrever. Estou sempre cercada pelo carinho de leitores e autores muito especiais.

A segunda coisa é parar de assistir à televisão e ler bons livros compulsivamente. Todo bom escritor é um ávido leitor. Ler de tudo: aquilo que mais gosta, o gênero que não agrada tanto, o livro do amigo, o jornal da cidade, abrir a mente para o novo faz muito bem para a escrita. Não tenho mais noção de quantos títulos tenho na minha biblioteca pessoal. Muitos deles, inclusive, são da Ler Editorial.

E por fim, estar preparada para lidar com as falhas e as críticas. Jamais tive a pretensão de agradar a todo mundo, mas no início da carreira senti medo do que as pessoas achariam das minhas obras. Com o tempo, aprendi a relaxar e escrever por prazer. Isso não significa que não me importo mais com a opinião dos leitores. Apenas compreendi que todo mundo erra. E o caminho existe para que possamos aprender, compartilhar, absorver e crescer. É muito amor pela literatura!

Estrelas da Ler: Acho que uma das perguntas que você mais responde recentemente é qual a diferença entre o conto e o livro físico. Sabemos que são os capítulos extras, com um lindo final, não vamos fazer você responder novamente. Mas, gostaria que contasse um pouco sobre o livro para quem já leu ou ainda lerá.

S. Miller: Ah, não se preocupem. Eu amo falar de Profano!

Quem leu o conto na plataforma digital (agora indisponível), conheceu três personagens principais: padre Alessandro, Pedro e Eva. Acompanhou o dilema do padre que, após anos de sacerdócio, começou a duvidar da vocação, já que nunca havia se entregado ao amor carnal. Até mesmo pensou que fosse gay... é aí que Pedro entra na história. No entanto, o enredo ferve quando Alessandro, desvinculado da imagem de padre, decide velejar pela costa brasileira, para se afastar de tudo, em busca do autoconhecimento. Então, somos apresentados a Eva, uma baiana arretada, cheia de trejeitos e dialetos nordestinos, que coloca pimenta nas páginas. O conto termina aqui, com o padre Alessandro sofrendo por não saber interpretar qual é a verdadeira identidade dele.

O livro, com muitos capítulos novos, traz um personagem inédito, que vai mexer com os leitores de tal forma, ficando impossível citar ele sem dar spoiler. Falo do Lorenzo, o irmão caçula do padre. Posso garantir que tem texto para todos os gostos: passagens cômicas, tensas, dramáticas, eróticas, românticas e muito reflexivas.

Aliás, reflexão é o que não falta. Profano é um texto com pitada filosófica, que vem para levar o leitor a pensar sobre muitos aspectos importantes de temas como a religião, a fé, a prostituição, a homossexualidade, o celibato, o certo e o errado, o sagrado e o pecaminoso.

Alguns momentos densos e outros suaves, permeiam um livro que preparei para mexer com o coração (e os hormônios) da galera!

E o final... bem, sou suspeita para falar; mas acho que será uma surpresa para todo mundo que desejar conhecer o tempero de Eva, as loucuras de Pedro, a intensidade de Lorenzo, além das descobertas nada ortodoxas do nosso padre Alessandro.

Apesar de ser ficção, falo de assuntos sérios e polêmicos. E o principal, tomei todo o cuidado para não ofender alguma pessoa ou a crença, para a qual dediquei o devido respeito.

Tentei retratar a vida. Porque meu intuito é que o leitor reflita sobre os dois lados de todas as coisas, interprete os sinais do mundo e questione o que é apresentado como verdade única e absoluta. Gosto de frisar uma coisa importante: essa obra não é sobre o pecado. Eu falo mesmo é do amor.

Estrelas da Ler: Qual foi a sua cena preferida para escrever no livro?

S. Miller: Dessa vez vocês precisarão me perdoar, porque citarei duas.

Não é meu primeiro romance adulto, então, já descrevi muitas cenas eróticas. Porém, jamais havia descrito uma interação gay. E posso garantir que o capítulo ficou muito bom! Obviamente, há várias cenas entre casais héteros no livro, mas essa, em especial, mexeu com todos os meus sentidos. Quem leu o conto sabe do que estou falando...

A outra cena é mais romântica e inédita. É onde acontece o pedido de casamento feito a Eva. Linda, sentimental, repleta de detalhes fofos que a gente ama! Só de lembrar, vem lágrimas em meus olhos.

Estrelas da Ler: O que não pode faltar nas suas histórias?

S. Miller: Muita emoção e uma boa playlist para ajudar os leitores a mergulharem no livro. Aliás, a trilha sonora de Profano está disponível no meu perfil dos aplicativos Spotify e Deezer.

Estrelas da Ler: Depois de “Profano”, em quais projetos você está trabalhando?

S. Miller: Para o futuro, acabo de entregar para o meu agente literário — Danilo Barbosa, da DB Assessoria Literária, um drama romântico com o título “Um lugar no coração”. A obra, que não é erótica, aborda a busca da mulher por si mesma, a superação da dor causada por uma doença terminal, o encontro do amor, e pincela sobre um tema pouco trabalhado em romances: a Síndrome de Down. Fiz uma pesquisa enorme sobre o assunto e coletei depoimentos de pais com filhos Down. É uma história riquíssima! O enredo também faz uma analogia com a obra de Lewis Carroll — Alice no país das Maravilhas.

Finalizei também o último livro da minha trilogia De Repente. E estou, atualmente, escrevendo um romance no gênero Young Adult, ou seja, para os jovens. Mas ainda não posso falar sobre.... É surpresa, e das boas!

“Profano”, primeiro romance da S. Miller na Ler Editorial, já está em pré-venda aqui no site e também na Livraria Saraiva. O lançamento oficial do livro acontece na Bienal do Livro Rio, no dia 2 de setembro, às 14h. Anote na agenda!

#curiosidades #Lançamento #blogueiros #mulheresnaliteratura #autoresnacionais #destaque #mercadoeditorial #SMiller

0 visualização

Todos os direitos reservados. Proibida a reprodução da logomarca e de outras imagens sem autorização prévia da editora.