• Juliana Mendes

Ame mais!


Ah, o amor...

Aquele bichinho que, quando morde a gente, causa uma devastação por todo o caminho, trazendo sintomas como mãos suadas, tremedeira, borboletas no estômago e corações disparados.

O mundo contemporâneo está cada dia mais superficial e imediatista. As pessoas pensam cada vez menos nas outras e até mesmo os sentimentos mais sublimes estão se perdendo, como poeira no vento. Tudo passou a ser visto através de vantagens e os verdadeiros valores dos relacionamentos estão sendo deixados de lado.

O dia dos namorados é uma data de celebração, uma ocasião exclusiva para homenagear o amor, esse sentimento capaz de transformar e libertar.

Que possamos aproveitar esse momento para resgatar tudo aquilo que faz o nosso coração disparar. Que a sensação do primeiro olhar possa estar de volta, ainda que os olhos estejam mais maduros e serenos. Que os sorrisos nunca deixem de ser fáceis e abundantes. Que o peso esmagador da rotina se torne leve, através da nossa capacidade de nos livrar do que não vale à pena. Que quando estivermos ao lado de quem escolhemos, possamos abrir verdadeiramente os olhos e pensar na sorte que temos por estarmos com aquela pessoa. E que isso não nos faça sentir insegurança, mas certeza de que o outro sente o mesmo que nós.

Um feliz dia dos namorados, companheiros, parceiros, cúmplices!

Um feliz dia onde deixamos de ser um egoísta EU e nos tornamos um prazeroso NÓS.

E que nos lembremos que todo dia é dia de amar!

Juliana Mendes

#homenagem #crônica #mulheresnaliteratura #autoresnacionais #JulianaMendes #Amor #DiadosNamorados

15 visualizações

Todos os direitos reservados. Proibida a reprodução da logomarca e de outras imagens sem autorização prévia da editora.