BANNER FACE.jpg

Sarcástico, ácido, profundo!

Sabe aquele cara que irrita uma pessoa somente por existir? Que a cada respirada, passo e movimento faz você sentir ranço? Então, esse é o Jonas. Ele é folgado, metido a popular, boa vida, e tem o dom de cruzar meu caminho.

Você pode pensar que é exagero meu, mas acredite, não é! Via o cara na faculdade, agora vejo no trabalho e não para por aí. A ex-namorada dele se interessou por mim, acredita? Um rolo só! 

Se ainda duvida, vem conhecer minha história. Você me dará razão quando digo que EU ODEIO O JONAS!

O que falam por aí

Sarcástico, ácido e profundo. A escrita ágil e potente de Lucinei M. Campos se impõe no fluxo de consciência ininterrupto do personagem Renato, em sua jornada de ódio, desprezo e, por que não, admiração por Jonas.

Jonas é tudo aquilo que Renato nunca conseguiu ser: corajoso, desejado, invejado, alguém que bota a roda para girar e faz acontecer. E sua própria dor é revelada em meio à sua digressão sem fim: “Tudo aquilo que eu era crítico ao observar, era, na verdade, uma crítica a mim mesmo”.

Passeando entre a Angústia (de Graciliano) e o Clube da Luta (de Palahniuk), e tendo como pano de fundo um momento histórico que deixou marcas importantes, mas que, no distanciamento do tempo, não se mostraram necessariamente positivas, “Eu Odeio O Jonas”, muito além de um poderoso entretenimento, é uma reflexão sobre quem somos, sobre quem gostaríamos de ser e sobre as consequências do que desejamos.

A realidade? Todos nós, no fundo, temos um Jonas para odiar. O problema? Ele pode estar muito mais perto do que imaginamos.

 

Maurício Gomide - escritor

Autor: Lucinei M. Campos

Gênero: ficção/new adult

ISBN 978-65-86154-46-7

1ª Edição - 2021

Formato: 14x21cm 140 pág

Preço de capa: 45,90

livro 3D.png

Escolha uma das lojas parceiras para comprar a versão digital